domingo, 17 de outubro de 2010

Exploração do litoral africano


Enquanto se levava a cabo a colonização dos arquipélagos da Madeira e dos Açores, os Portugueses lançaram-se na exploração da costa ocidental africana.

Apesar de algumas dificuldades encontradas devido aos ventos e correntes marítimas, em 1434, Gil Eanes ultrapassa o Cabo Bojador, abrindo assim o caminho de acesso ao ouro africano. Em 1460, a Expansão já tinha chegado à Serra Leoa.

A partir desta data, na qual ocorreu a morte do Infante D. Henrique, o rei Afonso V decide arrendar o direito de exploração e comércio na costa africana ao mercador de Lisboa Fernão Gomes, pelo prazo de cinco anos. No contrato estebelecido entre ambos ficava definido que aquele mercador pagaria uma renda em dinheiro ao rei, comprometendo-se também a descobrir por ano 100 léguas da costa africana. Em 1475, ano de termo do contrato, a costa africana estava explorada até ao Cabo de Santa Catarina.

Ainda durante o reinado de D. Afonso V, foram efectuadas as conquistas de várias cidades do Norte de África: Alcácer-Ceguer, Arzila e Tânger.

Sem comentários:

Enviar um comentário